Páginas

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin

terça-feira, 10 de setembro de 2013

Viver Ayurveda - Wokshop com prof. Arjun Das




terça-feira, 16 de julho de 2013

Nutrição Ayurvédica

Para quem tem interesse em se aprofundar e se deliciar nas possibilidades gastronômicas ayurvédicas, aqui fica a dica do curso que as meninas do Espaço Cardamomo estão preparando para agosto. 
Bom apetite!



quarta-feira, 5 de dezembro de 2012

Ayurveda - Globo repórter


Natureza está presente na forma como a sociedade indiana cuida da saúde
O diagnóstico é feito através de técnicas antigas. Nada de consultas rápidas. Médico e paciente trocam informações em longas conversas. Esta é a medicina Ayurveda.
             O poder do dia e do verde para restaurar o corpo. A equipe do Globo Repórter foi a uma área de repouso - em um hospital - em Coimbatore, sul da Índia. Um centro médico bem diferente dos que existem no Brasil. Remédio? Tratamento? Lá, o sistema é outro.
           A natureza está presente na forma como a sociedade indiana cuida da saúde. Descanso e silêncio são fundamentais para o bem estar. A sabedoria milenar transmitida por gerações está viva em métodos de cura. Métodos naturais e muito relaxantes. Para dores nas costas, a queixa mais comum, massagens com óleos extraídos de plantas. Ou compressas de trouxinhas de arroz cozido mergulhadas em leite quente. E "yoga" - receitado como tratamento para grande parte dos pacientes. É o fortalecimento do corpo e da mente - na luta contra as enfermidades. O diagnóstico é feito através de técnicas antigas. Nada de consultas rápidas. Médico e paciente trocam informações em longas conversas. Esta é a medicina Ayurveda.

Nós tratamos o paciente e não a doença.
 Este é o princípio do Ayurveda. Duas pessoas que vem aqui com a mesma queixa, com o mesmo diagnóstico, podem receber duas prescrições diferentes, dois tratamentos diferentes e até mesmo duas dietas diferentes”, afirmou Unniappan Indulal, médico.

           A dieta é uma parte muito importante do tratamento. O ideal é que cada refeição tenha alimentos de sabores vaiados: salgado, doce, amargo. E tudo isso pode ser acompanhado por uma bebida, de preferência na mesma temperatura da comida. As porções são pequenas, mas bem dosadas. Para o Ayurveda, comida demais pode ser um veneno para a saúde. Na cozinha, tudo é preparado na hora. Um cardápio leve, à base de legumes, sem carnes e nem frituras. Mas o doutor alerta: nenhum alimento é proibido. “Não há nada que seja universalmente bom ou ruim. Para algumas pessoas, até o álcool pode agir como medicamento ao passo que para outras, a menor das doses, pode ser prejudicial. Então, a carne vermelha também pode se tornar um medicamento. Tudo depende da condição do paciente, da frequência com que consome e do tamanho da porção”, explicou o médico.
           Syamala Jayeram sofre com dores nas juntas. Aos 61 anos, a bancária aposentada vinha se tratando com remédios ocidentais. A melhora foi rápida, mas não duradoura. Os medicamentos causaram problemas no estômago e as dores voltaram meses depois. Agora, ela optou pelo Ayurveda - um tratamento onde não se pode ter pressa. “Se você tiver tempo e tiver paciência, você pode vir para o Ayurveda. Porque aqui o processo é demorado, mas vai te curar melhor e por um longo período”, disse Syamala Jayeram, aposentada. O médico dela, o doutor Shiva, explica que esta medicina tem como primeiro objetivo prevenir o mau funcionamento do corpo. Através de dieta e atividade física. O paciente precisa se conhecer muito bem e construir um estilo de vida harmonioso. Mesmo quando a vida moderna traz estresse e impede o descanso e a alimentação nutritiva.

“O Ayurveda aconselha um estilo de vida bem regrado. De manhã até a noite. 
Acordar cedo, com o nascer do sol, cuidar da higiene, ter as refeições nos horários 
certos - café da manhã, almoço e jantar - e dormir sempre no mesmo horário. 
Este é o segredo da boa saúde”, ressaltou Shiva Prasad, médico.

           Na farmácia do hospital, o médico nos mostra as fórmulas naturais para reequilibrar o organismo. Em cada frasco, combinações de raízes, sementes, folhas. No Ayurveda, há nove categorias de medicamentos. Entre eles, óleos e xaropes. Nesta fábrica, são produzidos 500 tipos de remédios naturais. E o faturamento passa de R$ 1 milhão por mês. Mas boa parte das formulações é preparada lá mesmo, no hospital. O laboratório lembra uma cozinha. Mais de mil espécies de plantas são usadas nas fórmulas do Ayurveda. Algumas crescem em jardins, mas muito do que é usado - cerca de 80% - vêm de matas nativas concentradas principalmente no sul da Índia.
           Nesta medicina indiana, para manter a saúde em bom estado, o lado espiritual não pode ser esquecido. No templo que fica dentro do hospital, um ritual marca o início dos tratamentos todas as manhãs. A equipe do Globo Repórter fez questão de participar. É um ritual para afastar as doenças e garantir a boa saúde. Ele é feito a pedido dos pacientes que ficam sentados em volta. Mas as preces vão para todos os enfermos lembrados, enquanto óleos e ervas são queimados na fogueira. Apesar da ligação com os rituais, o Ayurveda não é uma religião. Desenvolvido a partir de textos escritos há cinco mil anos, ele é tratado pelos estudiosos como uma ciência.Segundo Krishna Kumar, diretor do hospital, pesquisadores do mundo todo têm testado e aprovado os métodos. A repórter Cláudia Bomtempo pergunta a ele se, com tantos avanços na medicina, o método indiano não ficou ultrapassado. Para Krishna Kumar, o Ayurveda ainda é o que há de melhor para o homem moderno. “Nas grandes cidades, se você prestar atenção, há sempre uma multidão correndo de um lado para o outro. Pare estas pessoas e pergunte: por que? A maioria não vai saber responder porque corre tanto. Hoje, as pessoas estão se dando conta disso e querem voltar às raízes”, disse Krishna Kumar, diretor do hospital. 
           Tão antigo e tão atual. A procura pelas terapias tradicionais tem crescido na Índia. No hospital, todos os chalés estão reservados até o fim do ano que vem. Alguns pacientes vêm de longe. Satish é empresário e mora nos Estados Unidos. Há dois anos, iniciou um tratamento para curar problemas digestivos e dores nas costas. A cada ano, passa um período no hospital para revisão. Desta vez, aproveitou também para fazer um tratamento estético - uma pasta feita de uma combinação de raízes está melhorando a pele que costumava ficar muito seca e rachar. O empresário conta que precisou mudar a dieta e diminuir a correria e estresse. E que, agora, sente-se muito melhor. “A sensação do Ayurveda é difícil de explicar. É como estar flutuando em uma nuvem. Você se sente relaxado. Ele age no corpo e na mente. E quando os dois estão em equilíbrio, você se sente no céu”, ressaltou Satish Daryanani, empresário.


Esta reportagem foi ao ar no dia 30/11/2012, o vídeo e o texto (acima) desta reportagem estão disponíveis em:  http://g1.globo.com/globo-reporter/noticia/2012/11/natureza-esta-presente-na-forma-como-sociedade-indiana-cuida-da-saude.html



terça-feira, 24 de julho de 2012

Garbha Samskara

Ayurveda e Hatha Yoga na gestação

Se você vai ser mamãe e está mergulhando neste mundo, vale a pena aparecer no Yoga Luz!




terça-feira, 29 de maio de 2012

10 Motivos Para Amar a Naturologia

Texto de Rafael Nova


10 Motivos Para Amar a Naturologia 

No Brasil, na década de 90, aconteceu uma intensificação na busca pelas terapias naturais. Nesse período muitas técnicas chegaram ao Brasil, e por uma necessidade de mercado logo surgiram os cursos de Nível Superior para atender a demanda. Nasciam aí os primeiros profissionaisNaturólogos. 

Contudo, a Naturologia tem se consolidado não só como um agrupado de terapias naturais para atendimento em saúde, mas como uma nova proposta de cuidado. O diferencial desta profissão é o modo como enxerga e trata os seres: dentro de uma perspectiva holística. 

A seguir, veja 10 motivos para começar a amar a Naturologia e conheça um pouco mais sobre essa fascinante e nova área de conhecimento:


10. A Proposta 

A Naturologia propõe integralidade. Ela enxerga saúde como algo que vai além do corpo: inclui as emoções, o estado mental, as relações sociais, a energia, etc. 

O foco não está nas patologias e sim no bem estar. Ao tirar o olhar da patologia e levar para a pessoa, diversos tipos de queixas podem ser tratadas, em qualquer idade – crianças, jovens, adultos, idosos. 

Você pode procurar um Naturólogo diante de qualquer mal estar. Ele te ajudará a compreender as origens desse mal estar e como ele está afetando as outras áreas da sua vida. Tudo está interligado.  

9. A Complementariedade

A Naturologia não se apresenta como alternativa a nenhum tratamento médico, ou a outros profissionais. Sua ação é complementar, e por isso mesmo potencializadora. 

O Naturólogo consegue perceber as relações entre as informações que as demais áreas da saúde coletam, e orientá-las para um tratamento mais eficiente. É asinergia. 

Em casos crônicos, as técnicas e a visão da Naturologia podem ajudar a melhorar os quadros e a qualidade de vida. Em situações comuns, pode apoiar os tratamentos convencionais oferecendo recursos extras e naturais. 


8. A Singularidade 

Embora exista uma conexão entre todos, cada indivíduo é único. Ao recebê-lo em seu consultório, o Naturólogo vai avaliar e conhecer você, seu corpo, sua vida. 

Essas informações preciosas orientam o tratamento. Ele é feito para você: sua personalidade, sua constituição. Por não focar em doenças, queixas semelhantes podem ter tratamentos bem diferentes. 

O termo “personalizado” ou “customizado” parece se adequar à ideia. A sua manifestação é singular, e merece ser considerada como uma parte determinante no modo como sua saúde é tratada. 



7. O Atendimento 

Os atendimentos comumente incluem uma conversa terapêutica e uma aplicação prática. Alguns aplicam o termo “Sessão de Interagência” para designar essas atividades, e "Interagente" para se referir à pessoa atendida. 

Você é convidado a participar com suas ideias, impressões e opiniões a todo o momento. É o feedback que orienta a terapêutica, e ajuda a revelar os resultados. 

Ampliar a percepção do indivíduo ajuda-o a ver coisas novas no que parece já tão consolidado. Isso facilita a encontrar maneiras de recuperar o bem estar, e a entender melhor você mesmo e o outro. 

6. O Profissional 

Ser atendido por um Naturólogo é uma experiência única. Comumente são pessoas criativas e acolhedoras, bastante atentas ao que você está falando e também ao que você não fala, mas comunica através dos relatos, ações e posturas. 

Ele também é um questionador e um problematizador, de modo a ajudar você a pensar mais sobre sua vida. 

Conforme escolhe as práticas mais adequadas, ele o encoraja a experimentar o novo e a ter autonomia. O Naturólogo também realiza uma troca de experiências, que contribui para a interação e o crescimento de ambos. 

5. A Natureza 

Todos conhecemos a sensação de sair de uma cidade grande e cinza, e encontrar um campo, uma praia, ou um ambiente repleto de verde. Desde muito a natureza inspira paz e refazimento. 

A Naturologia utiliza recursos naturais como plantas medicinais, cores, arte, música, o toque, a energia, entre outros. Elas reproduzem a sensação de estar “em casa”, e nutrindo nossas raízes humanas. 

Além disso, ao ajudar você a se perceber melhor, você também passa a conhecer sua própria natureza. Como seu corpo funciona, suas emoções, reações, potenciais, e defesas. 

4. O Autoconhecimento 

Muitas vezes não nos damos conta, mas repetimos padrões ao longo dos anos, que nem sempre nos fazem bem. Às vezes eles nos sabotam e vão minando nossas relações e nossa saúde. 

Embora separemos com a finalidade de estudar, corpo, psique, energia, formam um conjunto. Nossas atitudes refletem em nosso corpo, e até mesmo nossas emoções podem gerar doenças físicas. 

Saber quem você é e como você é, pode não só trazer mais poder de escolha, mas também um sentido para suas experiências de vida. A Naturologia apoia e auxilia no autoconhecimento não só pela conversa, mas pela experiência através das terapias naturais. 

3. A Qualidade de Vida 

Pessoas com doenças físicas podem ter sua qualidade de vida prejudicada. Contudo, pessoas com doenças físicas podem também ter uma qualidade de vida superior àquelas consideradas fisicamente “saudáveis”. 

Qualidade de vida não é apenas a condição do seu organismo, mas envolve um mundo de relações, disposições e percepções. Você pode sentir um bem estar independente de estar, ou não, manifestando alguma patologia. 

A Naturologia se envolve intimamente com a qualidade de vida do ser humano, seja a nível individual ou coletivo. É um dos objetivos nos atendimentos realizados pelo Naturólogo. 


2. A Vitalidade 

Os médicos chineses falavam do Qi, os médicos da Índia sobre o prana, os xamãs se referiam ao mana. Muitas culturas identificaram e mencionam um tipo de energia vital que permeava o organismo. 

A condição desta energia se refletia no funcionamento dos órgãos. Ela poderia sofrer baixas, bloqueios e altas. Além disso, foram criadas técnicas para sua manipulação. 

O atendimento Naturológico procura avaliar também suavitalidade – seu ânimo e disposição para realizar as coisas. A energia vital do seres e ambientes é um dos importantes fatores da saúde integral. 


1. A Saúde

Para a Naturologia, ser saudável é se sentir bem, compreender as mensagens que nos chegam pelo corpo ou pelos acontecimentos da vida. É estar orientado e em desenvolvimento. 

A vida é uma continuidade de fatos e fases, e a adaptação é uma maneira de ter saúde. Mas não apenas se adaptar para sobreviver, e sim viver com gosto, com ânimo e realização. 

O Naturólogo busca desenvolver esta saúde junto do seu Interagente, ou onde quer que atue. É um modo ampliado de ver e compreender a si mesmo, de saborear a existência.



- Rafael A. L. Fonseca 
Naturólogo, avalia e trata a distância pessoas, casas e ambientes.
Contato: rafaelnaturologia@gmail.com.
responsável pelo excelente blog www.rafaelnova.com





quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Gestando




O blog tem andado um pouquinho parado nos últimos meses, estou ensaiando muito textos mas este 
momento é de cuidado e doação. 
Gestando a quase 7 meses um novo ser, neste momento toda minha energia está para meus interagentes em tratamento e para a preparação da chegada do meu segundo filho.
Anseio logo por responder e-mails com dúvidas mais rapidamente e voltar a postar o conhecimento sagrado da Ayurveda - meu trabalho, meu caminho. O processo gestacional é acompanhado não apenas de 
mudanças físicas, mas também intelectuais: quanto mais perto do parto, menos o cérebro lógico e a mente racional é ativa, por esta razão apenas vos inspiro com esta imagem.
Namastê!