Páginas

Related Posts Widget for Blogs by LinkWithin

segunda-feira, 13 de julho de 2009

A Terapia Floral na Ayurveda





Tradicionalmente, o uso de terapias sutis na Ayurveda é considerada tão importante quanto o uso de ervas e massagens. Os aromas, as cores, os mantras e as pedras preciosas possuem grande concentração de energia vital e por isso são consideradas potentes ferramentas de cura. Tratam essencialmente a mente e as emoções, alterando seu padrão vibracional e conectando-a com o corpo sutil. São famosos os elixires de pedras preciosas que atuam na memória celular podendo influenciar o karma do paciente, indicados principalmente pelos astrólogos védicos.



No ocidente a terapia sutil mais difundida é a terapia floral e eu, como terapeuta opto por ela em praticamente todos os tratamentos não apenas por ser de fácil acesso – todas as farmácias de manipulação fazem os remédios, mas também por ser muito específica e eficaz. Para a mente do ocidental é muito difícil conceber o poder terapêutico de uma gema ou de cantar um mantra, principalmente quando o paciente chega nu de conhecimento de yoga e ayurveda. Digo isso por experiência própria, pois eu mesma duvidei quando uma médica tibetana me aconselhou colocar o medicamento que continha um mantra de cura escrito perto do coração se fosse muito difícil de engolir. Funcionou.

Os remédios florais são essências vibracionais de flores, isto é, possuem apenas a informação do campo energético da flor. Diferente dos fitoterápicos que agem diretamente no corpo físico, o floral age primeiro no corpo energético mental e emocional das pessoas e atinge o corpo físico por ressonância. Por esta razão, trata as causas escondidas atrás dos sintomas. Além de alterar toda a estrutura energética do nosso corpo, os florais ampliam nossa consciência trazendo atenção ao padrão energético ao qual estamos presos. Quando este padrão é superado com o aprendizado, a cura é encontrada.

Pelo mundo e pelo Brasil existem os mais variados estudos sobre florais: tem os Florais de Minas, os Florais Brasileiros, os Florais do Alaska, Florais da Amazônia, Florais de Saint German, Florais do Cerrado, Florais da Deusa (Florianópolis), Florais da Austrália e por aí vai. Quem descobriu ou começou com este estudo foi o Dr. Edward Bach, criador dos Florais de Bach, o mais conhecido e usado no mundo, e também a linha que eu aprendi na universidade.

O Dr. Bach dizia que cada planta se relaciona com algum tipo de sofrimento interior, um desvio de caminho ou uma atitude inadequada frente à vida e quando utilizamos esta planta na forma de essência ela nos ajuda a aprender e eliminar este sofrimento. O mais importante é que o remédio floral não tem como objetivo eliminar o sintoma da doença simplesmente, mas encontrar a causa dela que está sempre ligada a uma desarmonia entre o corpo físico e o espírito do indivíduo.

Namasté!

pra saber mais:
elixires de cristais e suas indicações
astrologia védica
livro: O poder de cura das pedras preciosas - Harish Johari

3 comentários:

  1. Adorei seu blog e principalmente seu trabalho!
    Parabéns!
    Me identifiquei muito e se fosse possível, gostaria de mater contato.
    Acabo de fazer um blog também
    www.ceaccampinas.blogspot.com
    Um forte abraço, joana

    ResponderExcluir
  2. Belo blog, Daiane!
    Parabéns!!

    Bjommm,
    Tati Rangel
    www.sohamsoham.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. gracias meninas! Joana, sinta-se a vontade para escrever emeils e trocar experiências. Tatiana, vi no seu blog aqueles gods indian toys.. já tinha visto em um outro blog.. se supderes me avisar quando estiver disponível para a venda.. vou dar pro meu bebê que tem 8 meses.
    namasté!

    ResponderExcluir